Skip to main content
instituto-rolling-stone

Você já plantou guitarras?

Para dar mais visibilidade aos projetos do Instituto Rolling Stone e incentivar doações à organização, que é sem fins lucrativos, a agência de publicidade Fischer&Friends criou as Rock and Roll Seeds, uma mala-direta especial pedindo colaboração de uma forma interativa. Uma experiência real para potenciais doadores entenderem o verdadeiro trabalho do instituto: cuidar do futuro de crianças e adolescentes em situação de risco por meio da aprendizagem do rock and roll.

O Instituto Rolling Stone é desenvolvido pela Spring Publicações Ltda, detentora dos direitos de uso da marca da revista Rolling Stone no Brasil, e seu objetivo é proporcionar cultura musical e lazer para crianças de baixa renda.

instituto-rolling-stoneA mala-direta é um convite para que empresas e pessoas físicas participem da oportunidade de plantar um futuro melhor para essas crianças através de uma experiência com resultados visíveis: cada potencial doador recebe uma embalagem com uma mini guitarra plantável, feita de material orgânico e sementes de verdade que levam nome de bandas de rock e que vão virar pequenas árvores.  São sementes de pimenta (Red Hot Chilli Peppers), abóbora (Smashing Pumpkins), rosas (Gun’s Roses) e grama (Green Day).

As Rock and Roll Seeds foram concebidas pela agência e desenvolvidas por um agrônomo especialmente para o projeto do Instituto Rolling Stone.

O conceito da campanha Seeds retrata com exatidão o nosso principal objetivo, que é de plantar a semente do Rock and Roll em crianças, antes sem acesso a este precisoso conteúdo, e deixar que germinem e, futuramente, espalhem seus frutos”, diz Leo Belling, do Instituto RS.


É possível colaborar através de doações em dinheiro dedutíveis do Imposto de Renda, da doação de instrumentos musicais e até abrindo espaço na espera telefônica para o instituto divulgar seu trabalho.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.

Um comentário em “Você já plantou guitarras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *