Skip to main content
RankBrain google

RankBrain: o Google e a IA nas buscas

O Google não ficou maluco e nem você está vendo coisas… Sim, o Google realmente anunciou um novo recurso do seu algoritmo, chamado RankBrain e ele envolve Inteligência Artificial, Machine Learning e toda essa coisa de filme “futurista” que estão bem na moda ultimamente.

Falar de inteligencia artificial ou qualquer recurso que envolva maquinas fica intrinsecamente ligado a teorias de conspiração robótica. Mas não, essa movimentação do Google é bem coerente e o melhor, ela vem sendo usada desde o inicio de 2015.

Você sabia que apenas 15% (isso mesmo, míseros 15%) das buscas diárias do Google são  novas buscas? Os outros 85% são buscas repetidas.

 

E ainda, das novas buscas, muitas não são avaliadas de forma correta pelo algoritmo (não eram hehe) e consequentemente não exibiam o melhor resultado para o usuário.

Bom, o Google recebe cerca de 3 bilhões de buscas por dia e como já mencionei a maioria delas são buscas repetidas. Porém entre as novas buscas, estão pesquisas complexas com diversas palavras, que se interpretadas de forma correta podem ter seus resultados melhorados e relacionados a buscas já existentes.

Todo o “aprendizado” do RankBrain é realizado offline. São utilizados dados de pesquisas antigas e ele aprende a fazer previsões dentro dos dados já compilados pelo Google. Depois então eessas previsões são testadas pelo algorítimo e caso os resultados sejam bons, o RankBrain online é atualizado. E assim, o ciclo se repete.

Com o aprendizado que a Machine Learning proporciona ao algoritmo, o mesmo poderá compreender melhor essas pesquisas complexas e correlacioná-las a algum tema específico. Resumindo o RankBrain pode, então, associar grupos de pesquisa com resultados que ele julga serem mais adequados para o usuário, com base em sua própria inteligência de pesquisa.

Sim, esse é mais um exemplo prático de quanto a inteligencia artificial pode influenciar e melhorar o nosso dia-a-dia.

Vale ainda lembrar, que o RankBrain é apenas mais uma parte do complexo algoritmo de busca do Google e não um fator de posicionamento.

Quem já realiza um bom trabalho de SEO seguindo as guidelines do Google, vai continuar posicionando bem seu site nas buscas e deverá ser ajudado na correlação de buscas que o RankBrain começara a realizar.

Comente aqui