Skip to main content

Quero fazer Publicidade, será que dá dinheiro?

Será que publicidade dá dinheiro? Pois é, essa é a pergunta que muitos estudantes se fazem por aí. Muitas pessoas vislumbram a forma do curso e pensam que é algo mais liberal e sem muitas burocracias. E é aí que nos enganamos!

Com uma simples análise conseguimos identificar que a maioria dos estudantes do curso de publicidade está ali por pensarem que não irão ter disciplinas com cálculos ou que chegaram no mercado de trabalho e vão tomar um café calmamente enquanto pensam em como elaborar o novo comercial daquela marca famosa com atores globais.

Só que sinto-lhes dizer que não é bem assim, ao contrário do que muitos pensam o curso tem em sua grade curricular diversas matérias relacionadas a matemática e em relação ao mercado de trabalho, bom esse não é nada fácil.

Mercado de trabalho

Com a grande proposta liberal a qual o curso aparenta ser, muitas pessoas acabam migrando e escolhendo-o, gerando assim uma grande oferta para o mercado o que, de tabela, diminui a remuneração do colaborador seja em uma agência ou em “freela”.

Quem nunca ouviu aquele amigo indeciso em um curso optando por Publicidade por ser algo mais “fácil” e legal de se fazer? Bom, de ser legal eu não discordo dele contudo, fácil não é, ainda mais com pessoas como ele que fazem com o que índice de procura pelo curso cresça, como foi nesse ano, no qual o curso de Publicidade era o mais concorrido, perdendo apenas para medicina.

Fazer o que gosta vs Remuneração

Fazer publicidade é legal, trabalhar com publicidade é legal, mas e aí, a remuneração que ela te dá também é legal? Muitas das vezes essa resposta vai ser não. Mas calma, tudo isso em um contexto de mercado vs crescimento pessoal. Eu sempre acho que a pessoa ganha aquilo que ela merece, e comparo bastante isso ao mercado de publicidade, afinal de contas há muitos meios de crescer profissionalmente nas carreiras publicitárias e ganhar bastante dinheiro. Como?

Procurando agulha no palheiro

Com um mercado tão concorrido em com faculdades “jorrando” novos competidores no mercado de trabalho os 4 anos de curso não serão um diferencial tão positivo para essa jornada, então além disso tudo, diversos cursos que podem te ajudar na área devem ser inseridos em seu currículo.

Começando pelo inglês que é imprescindível para o mercado em si hoje, na publicidade é ainda mais necessário, os cursos de editores de imagens e vídeos, incluindo também sonografia.

O novo aventureiro também pode buscar informações em diversos eBooks que sãos disponibilizados gratuitamente na internet, assim como em artigos ou em vídeos, como esse aqui, que foi o inspirador para este post.

Comente aqui