Skip to main content
internet

Quando a internet ajuda a mudar a sociedade?

Pra começar eu gostaria de dizer que não acredito no ativismo “curte e compartilha” quando fica apenas nisso. Muitos debates surgem a respeito desse tema, de que as causas nas redes sociais mesmo que as pessoas envolvidas não se manifestem fora da internet ajudam de qualquer maneira. Nunca vi isso ocorrer. Todos os exemplos que usam pra mostrar a força delas em uma mudança vem acompanhado de gente na rua, de pessoas tomando uma atitude fora da internet. Quando isso ocorre eu não tenho dúvida nenhuma de como as redes sociais se tornam importantíssimas.

As redes sociais servem como uma ferramenta de troca de informações. O que em outras décadas foi por telefone, mensagens escritas e em reuniões pessoais hoje se dissemina com uma simples postagem, com a simples criação de um evento no Facebook, por um simples Tweet. Antes a informação chegava passando pelo filtro da “grande mídia” que muitas vezes tinha interesses bem diferentes daqueles dos manifestantes. Hoje isso ainda acontece, mas a internet está aí pra trazer outros pontos de vista, outras informações e auxiliar na diminuição da possibilidade de manipular a população a respeito do que está acontecendo.

O que ocasiona uma mudança é simplesmente a atitude das pessoas na prática e não apenas no discurso, é o ato de fazer algo. Por isso que eu penso que quando falamos em “engajamento” nas redes sociais deveríamos ter muito cuidado nas interpretações. O engajamento de compartilhar e curtir só vale algo se leva a uma atitude fora daquele ambiente. Para uma marca é o cara comprar o produto que ela oferece, porque de nada adianta ter engajamento online e no ponto de venda comprar o concorrente. No caso dos protestos é fazer a pessoa ir pra rua e mostrar que realmente quer mudança. Temos que lembrar que a capacidade de organização das  pessoas não é novidade e já fazíamos isso antes mesmo de toda essa tecnologia.

A internet ajuda a mudar a sociedade quando a sociedade se permite mudar. Quando ela quer a mudança. Quando ela assume novos hábitos e os coloca em prática aproveitando as oportunidades que a tecnologia cria. A mudança ontem e hoje depende de nós e não das ferramentas porque quando não as temos nas mãos sempre temos uma maneira de criar um novo caminho. Nós somos a mudança, a internet e as redes sociais são apenas ferramentas para trabalharem a nosso favor. Pra terminar deixo uma ideia que postei no meu Facebook esses dias:

RECLAMAÇÃO + REDES SOCIAIS – PROTESTO NA RUA = COMPARTILHAMENTOS E ESQUECIMENTO

RECLAMAÇÃO – REDES SOCIAIS + PROTESTO NA RUA = MANIPULAÇÃO LIVRE DA INFORMAÇÃO

RECLAMAÇÃO + REDES SOCIAIS + PROTESTO NA RUA = A FORÇA QUE MUITOS NÃO GOSTAM QUE EXISTA

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *