Skip to main content
coca-cola

Pode ser Coca-Cola?

coca-cola
Na sexta-feira passada (09/09) divulguei aqui no blog a campanha da Pepsi onde o objetivo foi de comunicar uma promoção diferenciada: nos dias 10 e 11 de setembro, a cada produto do portfolio Pepsi – Pepsi, Pepsi Light, Pepsi Twist adquirido, o consumidor leva para casa um outro igual.
*Imagem retirada do site Mundo do Marketing
Só que infelizmente e novamente, as marcas subestimaram o consumidor. Logo no primeiro dia da promoção, os estoques já tinham acabado em vários estabelecimentos credenciados. Resultado: uma chuva de reclamações nas mídias sociais, protestos em frente a mercados, consumidores insatisfeitos com a marca e com os estabelecimentos, e acreditem, teve supermercado (Pão de Açúcar) que estava dando Coca-Cola no lugar de Pepsi.
Em nota oficial, a Pepsi disse que a promoção foi um sucesso e que “superou em muito as já altas expectativas” para o fim de semana. “A operação de produção e logística foi dimensionada para atender à forte demanda que esperávamos para o período e colocou nas lojas, para venda nestes dois dias, o volume superior a um mês de vendas regulares. Ainda assim, vários pontos de venda esgotaram os seus estoques em poucas horas. Agradecemos a forte adesão dos consumidores à ação“. Patético!
O tempo passa e as empresas continuam a tratar o consumidor como um simples ignorante que tem o favor de consumir a sua marca. Quando se trata de promoção devemos estar preparados para tudo, inclusive para isso. Até quando os consumidores irão ser tratados como meros coadjuvantes? Fica aí mais uma lição para a Pepsi de como fazer uma campanha que tinha tudo para dar certo ir por água abaixo.
[youtube

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *