Skip to main content
marketing midias sociais

O uso das mídias sociais no marketing de relacionamento

Construir um relacionamento forte e funcionalmente ativo nas Redes Sociais não é tão simples, não basta uma marca ter um site corporativo, um marketing ativo, seu catálogo de produtos/serviços, um texto com seus valores e missão, e um formulário para que o usuário possa entrar em contato enviando um e-mail, estamos na era da comunicação online, estamos na era da comunicação bilateral, em que o consumidor precisa ouvir a marca de forma mais direta e humana, com maior velocidade de feedback e acompanhar a marca em sua comunicação com maior interatividade.

É compreensível entender o uso das Redes Sociais On-line pelas marcas, afinal, como ela poderia manter um certo grau de interatividade exigida hoje por seus consumidores? Utilizando o site corporativo é que não. Nenhum consumidor fica atualizando a página corporativa de uma empresa esperando um novo conteúdo aparecer, alguma atualização dos produtos, uma nova campanha da marca ou uma nova notícia. Os internautas estão nas Redes Sociais, as plataformas on-line que mais crescem em números de usuários, então se uma marca quer de fato que seus consumidores a acompanhe, ela também precisa estar presente nestas Redes Sociais On-line, de fato, socializando com seus seguidores.

Estamos em tempos em que ao contrário do que acontecia antigamente, quando as marcas procuravam os consumidores com campanhas e planejamentos de marketing, de forma tradicional e unilateral, hoje os consumidores é quem passam a ir em busca das marcas, pesquisando e qualificando, e para isso, estas empresas que estão dispostas a este novo tipo de comunicação precisam estar em dia com seu marketing de conteúdo, para quando seu público procurarem por informação e por contato com elas, sejam de fato atingidos por uma marca ativa e atualizada, e que encontra-se funcional também na internet (FURLAN; MARINHO, 2012).

 

O e-Marketing (conceito utilizado para o marketing on-line ou marketing virtual) é uma junção das atividades virtuais ou eletrônicas de uma marca, que utiliza-se de técnicas do marketing tradicional, com foco nos internautas, nos consumidores conectados com a marca. Ainda sendo uma forma relativamente nova de Marketing, o e-Marketing é utilizado de muitas maneiras, desde uma simples postagem apenas com texto, até mesmo um vídeo on-line para a divulgação de alguma campanha (sendo esta off-line ou on-line). Não importa se uma marca crie uma campanha para o público fora da internet, ela também precisa complementar esta comunicação com publicações em mídias sociais, ou até mesmo em ferramentas de marketing como as do Google ou Facebook, aumentando o número de visualizações e atingindo um número ainda maior de consumidores alvo ou não.

A internet passou a ser um canal de comunicação e divulgação indispensável, além de ser mais barato de produzir e de veicular, quando comparamos com a TV por exemplo. As marcas tendem a aproveitar o grande este potencial da internet e apostar no seu número de seguidores para obter um melhor resultado em sua comunicação. Simples conteúdos podem se tornar grandes virais, nas mídias sociais.

As comunicações virtuais repercutem no mundo real, então ficar fora de uma rede social como o Facebook é como não ter uma comunicação efetiva com os clientes, ainda mais quando seu público alvo está na internet. O posicionamento da marca nestes novos meios requer a capacidade de conseguir entender este tipo de público destas plataformas de comunicação e compartilhamento de conteúdos. Ao contrário do que acontecia antes, quando as pessoas apenas recebiam a mensagem das marcas, hoje elas precisam enviar uma mensagem e esperar por uma resposta que de fato virá, e virá ainda mais rápido se a comunicação for feita pelas mídias sociais. Esta velocidade de feedback requer uma marca preparada para inúmeros tipos de situações, e quando uma resposta chega ao usuário de forma não planejada, poderá criar uma situação e sujar uma reputação de comunicação criada ao longo da existência da presença daquela marca na internet.

Muitas marcas estão fazendo um bom papel dentro do mundo virtual, algumas se destacam pelos diferenciais oferecidos na comunicação com seus seguidores, outras tantas não são tão ativas, e por isso suas páginas não são tão compartilhadas, não recebem visibilidade e ficam para trás no quesito “relacionamento com o consumidor nas mídias sociais”, são as empresas que ainda não entenderam o quão importante é manter-se conectadas com seus clientes, que isso não é mais uma questão de opção, é uma questão de qualidade de serviço e de informações e benefícios que ele deixa de ter com essa aproximação com seu público.

Comente aqui