Skip to main content
iphone

“O novo iPhone”, por Samsung

Por trás de um iPhone, sempre haverá um Galaxy.

Essa é mais ou menos a linha de raciocínio que a Samsung parece traçar há anos (e aparentemente não tem planos de mudar de posicionamento tão cedo). Historicamente, a empresa se consolidou com suas campanhas e seus lançamentos pautados pelos movimentos da Apple, fabricante do celular mais vendido no mundo. Embora a própria Samsung já detenha o título de maior vendedoras de smartphones do planeta (a venda total de seus modelos superam o conjunto de modelos da Apple), a empresa coreana parece não descansar até ocupar o topo da lista com algum de seus produtos.

Prova disso são as atividades intensas da companhia durante a última semana, quando a Apple ganhou a mídia com o lançamento do seus dois novos modelos de iPhone com telas maiores e do seu primeiro smartwatch, o Apple Watch. Um dia após o anúncio dos lançamentos, a Samsung liberou em seu canal do YouTube uma sequência de seis vídeos, intitulada “It Doesn’t Take a Genius” (“Não é Preciso Ser um Gênio”), que zomba da novidade. Dois personagens que representam entusiastas da tecnologia vibram com as novidades que, ao final, não se mostram vantajosas. Veja dois vídeos da sequência abaixo:

A produção dos vídeos é da sede coreana da Samsung. A ação preparou o campo para a nova campanha que a fabricante lançou no último sábado – em tempo recorde, diga-se de passagem! Ainda em resposta ao lançamento do iPhone 6, iPhone 6 Plus e Apple Watch, a concorrente divulga em sua nova campanha chamada “Then and Now” o lançamento do novo Galaxy Note 4 e ressalta que smartphones com telas maiores não são novidade alguma no mercado. Para isso, afirma que desde 2011 aposta neste diferencial, inicialmente incompreendido por algumas pessoas mas que hoje é copiado no mercado. O vídeo ainda aponta comparações do novo iPhone com modelos antigos do Galaxy Note e reafirma os diferenciais da Samsung:

A campanha ganhará novos vídeos, estrelados por celebridades. Não satisfeita, a Samsung encerra este vídeo apresentando o novo Galaxy Note 4 como “the next big thing” (algo como “a próxima grande novidade”). É valendo-se de seu histórico defendendo a tela maior que a Samsung conta no vídeo acima que o Galaxy Note “é mais do que grande: é produtivo”. Desta forma, enaltece seu próximo lançamento, reforça que de “grande” é ela que entende e, ainda por cima, ataca o conceito atual da rival Apple, que tem divulgado os novos iPhones sob o slogan de “Bigger then Bigger“:

iphone6

Rápidos ou o quê?

Em questão de dias, a Samsung mais uma vez usou sua estratégia de embalar-se desesperadamente no lançamento de um iphone para ganhar exposição. A diferença, na minha opinião, é que desta fez ela o fez com todo o argumento que precisava. Ela fez bem. Eu mesmo, ao saber sobre o lançamento da Apple, me perguntei: “onde é que ‘telas maiores’ são novidade hoje em dia?”. E verdade seja dita: nenhum Apple-maníaco deixaria de prever este contra-ataque diante do lançamento de um celular maior. Seja você teamApple ou teamSamsung, não dá pra negar que, pela primeira vez, parece que a Samsung ditou as regras. E a Apple obedeceu.

Comente aqui

Ricardo Fernandes

Profissional freelancer de conteúdo e RP. Formado em publicidade, pós graduado em marketing e comunicação integrada. Publicitário, marketeiro e escorpiano. São Paulo/SP