Skip to main content
marco-civil-internet

O Marco Civil da internet nas redes

A Burson-Marsteller, realizou uma pesquisa sobre o sentimento e a reação das pessoas em redes sociais, blogs e imprensa online em torno da aprovação do Marco Civil da Internet. A análise identificou 11.813 publicações sobre o assunto entre os dias 18 de março e 17 de abril. O estudo mostrou que o projeto –aprovado  ontem pelo Senado e sancionado hoje pela presidente Dilma Roussef, na abertura da conferência global NetMundial – teve o apoio de 69% dos internautas nas redes. Manifestações contrárias ao Marco somaram 21%, e posts neutros representaram 10% do total.

Os dados foram coletados por meio da ferramenta Radian6. A análise foi feita pelas equipes de Public Affairs e Digital da Burson-Marsteller, por meio do Burson Pulse, metodologia global de Inteligência de Dados da agência. A análise de sentimento de 8.200 posts – cerca de 70% do total de menções na Internet brasileira – demonstrou grande apoio da população pela aprovação do Marco Civil.

infografico-marco-civil

Durante o período da pesquisa, foram identificados dois picos: um na aprovação do Marco Civil na Câmara, no dia 25 de março, e o outro no “tuitaço” a favor da urgência da votação da PLC 21 no Senado, que aconteceu no dia 15 de abril. O “tuitaço” fez com que o Twitter, fosse o canal que mais gerou menções ao tema, concentrando quase 92% do total de posts sobre o assunto, dos quais 77% foram a favor da aprovação do Marco Civil. Importantes nomes ligados ao Marco Civil, como Marco Gomes, fundador do Boo-Box, que discursou na Câmara em apoio ao projeto; e do deputado e relator Alessandro Molon, foram os grandes influenciadores no canal. No YouTube e Facebook, onde foram coletados somente dados de posts abertos, prevaleceram as menções negativas sobre o tema.

A cobertura de imprensa sobre o tema foi neutra (96%), com caráter muito mais informativo do que opinativo. Nos blogs, grande parte dos posts replicavam as notícias sobre o Marco Civil, o que contribuiu para o tom neutro na rede, de 76%. Entre as notícias que mais replicaram nos blogs, destaca-se a aprovação da PLC 21 na Câmara, e a oposição do pré-candidato à Presidência Eduardo Campos.

“O resultado do estudo aponta para uma importante mobilização em torno da aprovação do marco civil que afeta diretamente setores como tecnologia, telecomunicações e comunicação. No contexto em que vivemos hoje, as redes sociais se tornaram um grande fórum de debate e formação da opinião pública, e sua análise é fundamental para a compreensão do olhar da sociedade sobre qualquer tema,  ideia ou produto”, afirmou Francisco Carvalho, presidente da Burson-Marsteller

Matéria enviada pelo Luis Sorroche da Burson-Marsteller

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.