Skip to main content

O Itaú e a música

Como uma marca pode incentivar a música de forma autêntica? Um dos maiores anunciantes do país mostra o caminho.

Já faz algum tempo que o Itaú teve a sacada de investir em campanhas e ações relacionadas à música. Desde então, cases incríveis foram concebidos ao ponto de dedicar uma matéria para relembrar alguns destes sucessos. A criação é da agência Africa.

 

A última ação do banco, cujo filme esteve recentemente em toda a parte, foi instalar um suposto caixa eletrônico na areia de uma praia do Rio de Janeiro, o que chamou muita atenção daqueles que passavam pela orla. Os curiosos que se aproximavam da máquina eram convidados a cantar “Love Of My Heart”, da banda britânica Queen. Ao final da canção, surpreendentemente, o caixa eletrônico ejetava um par de ingressos do Rock in Rio:

Além da grande ideia de transformar um caixa eletrônico em um karaokê, a melodia “Love Of My Heart” não foi escolhida por acaso. Em 1985, na primeira edição do festival, Freddie Mercury foi surpreendido com o gigantesco coro formado pelo público presente. O momento entrou para a história tanto do Queen quanto do Rock in Rio, que este ano comemora 30 anos.

O case feito para o festival de rock é mais um dos que compõem o posicionamento da marca lançado em 2013 e que já é conhecido do grande público com a mensagem #issomudaomundo. Naquele ano, foram ao ar dois filmes de destaque sobre o tema.

O primeiro apresenta, de forma divertida, as várias reações espontâneas de crianças ao vivenciar um concerto de música clássica pela primeira vez:

Agora, consegue imaginar como seria o mesmo filme só que, ao invés de crianças, adultos como protagonistas? Talvez não teria tanta originalidade ao falar sobre música clássica.

Outro exemplo de campanha foi quando, às vésperas do Rock in Rio 2013, resolveram presentear “os que incentivam a música” de uma forma que ninguém havia imaginado antes. A ação se passa nas ruas do Rio de Janeiro com um músico de rua tocando guitarra. As pessoas que passavam e, de alguma forma, contribuíam com o trabalho do músico, eram retribuídos com dois ingressos para o festival daquele ano, como forma de agradecimento:

O interessante é que, mesmo antes de lançarem a campanha #issomudaomundo, a marca já havia investido na música. Um exemplo é a belíssima peça abaixo:

itau rock in rio

Diversas marcas já fazem essa aproximação com a música, mas nem todas elas conseguem fazer um trabalho tão original como tem feito o Itaú. O segredo? Talvez a própria paixão pela música como o principal ingrediente.

Comente aqui