Skip to main content
tubby-app-fake

O aplicativo Tubby era fake

Depois de toda repercussão que o aplicativo que avalia o desempenho dos homens pelas mulheres — o Lulu — causou na internet brasileira, um grupo de jovens resolveu dar o troco e resolveram criar o Tubby — personagem Bolinha dos quadrinhos — em forma de “vingança”.

Após adiar o lançamento por dois dias alegando manutenção de segurança nos seus servidores e ser proibido de ser lançado no Brasil pela justiça, enfim foi revelada a verdade sobre o aplicativo através de um vídeo explicando que o aplicativo na verdade é fake e também critica o Lulu.

Eu concordo. Não é legal você ser rotulado de forma anônima por pessoas que você (des)conhece. Essa sim foi a trollada do ano. Assista abaixo o vídeo, mas para ver a revelação é necessário assistir diretamente no YouTube ativando a legenda. O que vocês acharam dessa notícia? Comentem e não esqueçam de compartilhar com seus amigos.

Essa campanha foi idealizada por Guilherme Salles e Rafael Fidelis com participação da Livia Gusmão, Hugo Severo, Pyong Lee e Maurício Cid.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.

Um comentário em “O aplicativo Tubby era fake

  1. Muito bom o vídeo e as críticas feitas ao Lulu, porque sinceramente essa foi a coisa mais ridícula que poderiam inventar. Pra criticar ou elogiar o desempenho sexual dos nossos parceiros já temos a rodinha de amigos no boteco ou algo que o valha. Totalmente desnecessário, infantil e até criminoso esse tipo de exposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *