Skip to main content
facebook

Mudanças na gestão de campanhas no Facebook

Hoje, uma pequena mudança na vida de quem gere campanhas no Facebook foi anunciada pela rede social. A mudança pode ser pequena, mas seu impacto na vida do planner talvez não seja!

Conforme informado na nota oficial divulgada, desde março de 2014 a gestão das campanhas ganhou um nível organizacional a mais (passou a ser dividida nos níveis CAMPANHA, CONJUNTO DE ANÚNCIOS e ANÚNCIOS). O infográfico que acompanha a nota nos relembra da estrutura:

campanha

A novidade, entretanto, está na definição da segmentação de público, posicionamento e valor de lances. O procedimento, que era feito individualmente por anúncio, agora será aplicado de uma vez em todo o conjunto de anúncios. A mudança parece modesta, mas representa bastante nas mãos de quem gere um fluxo grande de anúncios e que, até então, tinha que editar com frequência cada anúncio dos grupos criados. Além de poder editar estas informações “em massa”, será mais fácil analisar o desempenho da campanha em função de diferentes públicos, por exemplo.

Após este ajuste, o que passa a diferir um anúncio do outro será apenas o formato no qual ele será disposto: a exposição de cada formato criativo (texto, imagem, vídeo, etc) será definida de acordo com a taxa de cliques (CTR) de cada um deles.

A mudança, de certa forma, dá algum sentido à divisão em níveis diferentes anunciada em março. Se, por um lado, a ela representa um ganho “no macro”, ela pode vir a representar uma perda para quem busca o controle detalhado de cada peça em sua campanha. É de extrema importância que a rede disponibilize na ferramenta formas de controle sobre as especificações individuais de cada anúncio – ainda que este tipo de edição aprofundada não seja apresentada como default. Será uma forma de acompanhar (e intervir), no detalhe, em todas as campanhas lançadas.

A nota afirma ainda que esta novidade, que faz parte da segunda fase de implementações no sistema de publicidade, já pode ser testada – mas se tornará obrigatória apenas em janeiro de 2015. Até lá, esperamos que os usuários já tenham se familiarizado com as mudanças e, principalmente, que as tenham aprovado.

E você? O que acha das implementações que o Facebook tem promovido em sua plataforma de gestão de anúncios?

Comente aqui

Ricardo Fernandes

Profissional freelancer de conteúdo e RP. Formado em publicidade, pós graduado em marketing e comunicação integrada. Publicitário, marketeiro e escorpiano. São Paulo/SP