Skip to main content
Maio amarelo

Maio Amarelo: uma campanha de conscientização

Matérias sobre acidentes no trânsito são bem comuns de se ver nos noticiários locais, ou a nível nacional. Recentemente, a Prefeitura de Curitiba-PR tomou uma iniciativa e fez uma campanha de conscientização, onde carcaças de carros que se envolveram em acidentes foram transformados em baldes. Daqueles usados para servir garrafas de cerveja nos bares.

Segundo o Portal do Trânsito, em 2014 tivemos 168.593 acidentes. Dados mais recentes apontam que durante o Carnaval deste ano, de sexta-feira (13) até Quarta-Feira de Cinzas (18), foram registrados 2.785 acidentes, que resultaram em 120 mortes e 1.786 feridos.

Evento discutirá o trânsito em Recife

No dia 18 de Maio, das 9h30 até 11h da manhã, irá acontecer um debate sobre conscientização no trânsito e assuntos relacionados à campanha, chamada de Maio Amarelo. O local do evento é o auditório do DHT/CCSA, no campus da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). Os organizadores e responsáveis pelo Movimento em PE contam com a presença dos estudantes da instituição, professores e demais interessados em contribuir para que no debate sejam levantadas questões relevantes sobre a conscientização no trânsito e a mobilidade urbana. Todas as sugestões que surgirem durante o debate serão apresentadas no dia seguinte, na audiência pública. Neste evento estarão presentes Carlos Valle, representante do Movimento, Deputados e o DETRAN-PE.

E no dia 19 de Maio será realizada uma audiência pública, cujo objetivo será buscar soluções de mobilidade para o Estado e, também, reduzir o número de acidentes de trânsito.

Sobre o Movimento Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e, mais do que chamar a atenção da sociedade sobre os altos índices de mortes, feridos e sequelados permanentes no trânsito no país e no mundo, mobilizar o seu envolvimento e também dos órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações, sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que o tema exige, nas mais diferentes esferas.

Em Pernambuco, mais informações podem ser encontradas no site: www.maioamarelope.com.br

Comente aqui

Fernanda Landim

Formada em Publicidade e Propaganda, nerd e apaixonada pelo Canadá. Durante algum tempo estive perdida sobre que área da Publicidade deveria focar. Decidi explorar um pouco de cada.