Skip to main content

Investir em reboot é um bom negócio?

De uns tempos pra cá podemos perceber uma onda de filmes e séries rebootadas. São derivadas de títulos que fizeram sucesso e podem ou não conter mudanças no roteiro, como adaptações para épocas mais atuais.

A Netflix começou a produzir um reboot – mais um spinoff – da série dos anos 80-90 “Full House” (“Três é demais”), chamada “Fuller House“. No cinema, vemos filmes como “Independence Day”, “Star Wars”, “Mad Max” e “Jurassic Park” ganhando sequências. Mas… será que é realmente uma boa ideia apostar em reboot de títulos que já fizeram sucesso anteriormente? Algumas obras são consideradas intocáveis, como é o caso de “De volta para o futuro”, que, de acordo com o diretor Robert Zemeckis:

Isso não pode acontecer até que eu e Bob estejamos mortos. E então tenho certeza que eles farão um remake, a menos que nossos herdeiros possam impedir.

Reboot pode dar polêmica

O reboot de franquia mais polêmico dos últimos meses, e que tem dado o que falar, é “Ghostbusters: Os Caça-fantasmas”. Ou melhor: As Caça-fantasmas… Este post não foi escrito para apresentar críticas sobre o filme, mas estão aí os números.

reboot
A taxa de dislikes está bem maior que a de likes.

Os números não mentem! E se você procurar na internet, pode ser nas redes sociais ou nos blogs e sites de cinema, irão encontrar as expectativas (ou a falta delas) dos colunistas e críticos.

Novo seriado do MacGyver

Se você viveu durante os anos 80 e 90, é bem provável que já tenha ouvido falar neste nome: MacGyver. Trata-se de um agente secreto que resolve problemas complexos ao criar coisas a partir de objectos ordinários, como papel alumínio, ligas elásticas e clipes de papel.

A série volta com um novo intérprete para o Angus MacGyver, e é claro que essa nova fase não passou despercebida e livre de tirações de onda. O pessoal do site Omelete criou a hashtag #MacMillennial para mostrar como funcionaria a trama da série nos dias atuais; onde somos cercados de tecnologias e valores diferentes dos que deram origem à série.

rebootreboot

 

Um episódio-piloto da série foi encomendado pela emissora norte-americana CBS.

“Chega de reboot!”

Nessa terça-feira, o Omelete fez uma transmissão ao vivo em seu canal no YouTube, abordando as séries que são feitas baseadas em sucessos das telonas. Vocês podem conferir a live abaixo:

Comente aqui

Fernanda Landim

Formada em Publicidade e Propaganda, nerd e apaixonada pelo Canadá. Durante algum tempo estive perdida sobre que área da Publicidade deveria focar. Decidi explorar um pouco de cada.