Skip to main content
heineken

Heineken i love you

Para mim há marcas que me marcam muito. Há marcas que me fazem sentir em casa. Durante a minha viagem sinto-me abandonado, perdido num idioma muito diferente do nosso e tudo me é estranho. Chego a ter alguns medos mas tudo é ultrapassado quando finalmente olhamos para algo do qual estamos habituados a ver diariamente em nossas casas, e neste caso foi a Heineken.

Num café aqui do Vietnam pedi umas cervejas e chegaram duas Heinekens. Me senti em casa, mesmo estando em Hanoi, Vietnam.

 

As marcas têm esse poder, o poder de nos relacionarmos com elas ao ponto de nos oferecerem alguma proteção psicológica. Num país onde não devemos beber água da torneira e que temos que ter cuidados redobrados quando é hora de comer, ter marcas que nos oferecem credibilidade e segurança é uma mais valia para as nossas descobertas.

Welcome to Hanoi, foi o que a Heineken me transmitiu quando olhei para o packaging. Isso é a modernidade do mundo atual como é o caso da ligação da marca com o James Bond.

Aqui o meu sentimento foi de pertença ao mundo. Coisa estranha, eu sei, mas de fato ver o packaging com uma referência mundial me fez sentir novamente bem e confortável.

Obrigado, Heineken.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.