Skip to main content
google

Google Genomics: O seu genoma nas nuvens da rotina

googleSabiam que o Google possui um serviço para guardar, processar, explorar e compartilhar informações importantes sobre o DNA humano, em um trabalho audacioso e inédito. O genoma de uma única pessoa produz mais de 100 gigabytes de dados brutos – um milhão deles atingem os 100 petabytes – isto é, 100 quatrilhões de bytes!

Conheça o Google Genomics

O projeto Google Genomics foi iniciado em 2013, onde ofereceu a possibilidade de trabalhar comparações entre os milhões de genomas que impulsionará as descobertas médicas na próxima década.

A Amazon, IBM e Microsoft já iniciaram a batalha pela guerra de armazenagem de dados na nuvem. Os cientistas já foram reunidos para construir uma interface (API) para mover dados de DNA para suas server farms. Eles utilizam a mesma tecnologia de banco de dados que realiza a indexação à web e controla os usuários na internet.

Responsáveis pelo Google Genomics ainda não atrelam a nuvem criada pela empresa a cuidados com a saúde. Porém, a gigante das buscas pela internet abriu, ainda em 2014, o Calico, laboratório de pesquisa e desenvolvimento que trabalha no aumento da expectativa de vida humana.

A responsável pelo maior cluster de computadores da Universidade de Stanford, Somalee Datta, afirma que a guerra dos preços usada para dados genéticos, custa agora quase a mesma coisa no Google, na Amazon ou mesmo no centro de dados em que trabalha. Confira mais detalhes neste infográfico da Infobase Interativa.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.