Skip to main content
404123_418240988237897_1768850766_n(1)

Fuleco o mascote da Copa de 2014

Foi divulgado no domingo passado (25) o nome do mascote da Copa de 2014. Fuleco, o nome ganhador recebeu 48% dos votos, os outros dois nomes que estavam concorrendo ao posto eram Zuzeco e Amijubi, que receberam respectivamente 31% e 21% dos votos. Tenho que confessar que não me interessei em votar em nenhum desses nomes, são nomes nada criativos, e são extremamente feios. Não consigo achar nenhuma analogia a nossa cultura e talvez por isso muita gente está utilizando as redes sociais para reclamar do nome escolhido. Apesar de concordar, também acho o brasileiro adora reclamar de tudo nas redes sociais, e isso chega a cansar. O nome é feio sim, mas o povo escolheu. E para não deixar aqueles que odiaram o nome Fuleco tão tristes, que tal reparar nos mascotes das copas anteriores, e tirem suas conclusões? rsrsrsrrs.

Outro detalhe das ações que estão sendo criadas para a campanha desta copa, foi a escolha do cantor Arlindo Cruz (quero deixar claro que adoro ele) para cantar a música tema  batizada de “Tatu Bom de Bola”, não sei vocês,  mas fico sempre me lembrando do Arlindo cantando aquela vinheta da Globo “Samba da Globalização” ou até mesmo a vinheta do quadro “Lata velha” do Caldeirão do Huck. Acho que poderiam ter escolhido vários cantores para cantar a canção, até porque a cultura do Brasil não é feito só de samba. Quem quiser tirar suas próprias conclusões é só  dar o play.

 

Comente aqui

3 comentários em “Fuleco o mascote da Copa de 2014

  1. COMPARTILHEM ESSA IDÉIA! CIDADANIA JÁ!

    FULECO está a Serviço de Quê ou de Quem???

    Segundo o Dicionário Aulete, Fulecar v. intr.(Bras)- perder todo o dinheiro que se leva ao jogo. Usar conversa para enganar. …

    FULECO, Palavra Exdrúxula e vazia de qualquer simbolismo construtivo, de qualquer mensagem positiva. Além do que, a infeliz criação presta-se ao deboche pela semelhança com FULERO!

    O Brasil não merece tamanha Ofensa! O belo e encantador animalzinho Tatu Bola – Bem Escolhido! -, tão brasileiro e em forma de uma bola, não merece tal batismo leviano! O Futebol, paixão das maiorias, Paixão do Povo brasileiro não merece um mascote com esse nome estúpido!

    As ditas Maiorias – Futebol é quase Maioria Absoluta! – são tratadas com descaso e menosprezo pelas Elites Dominantes… O que dizer das ditas Minorias???

    Não existe Texto sem Contexto! Tudo é Relacional como diria Pierre Bourdieu! O que se esconde atrás do FULECO? Quais são as Intenções de uma Escolha arbitrária entre três nomes Imbecis???

    Grandes Torcidas Organizadas, Amantes Desorganizados do Futebol e Cidadãos Brasileiros, é Hora de Repudiar tal Escolha “FULERAGEM” que menospreza o Povo Brasileiro!!!

    Unam-se todas as torcidas em coro pelo REPÚDIO a esse batismo a serviço de quê, ou de quem? Una-se o Povo Brasileiro em luta pela Dignidade, pela Cidadania ameaçada face a um nome idiota!

    Não sou amante do Futebol especificamente, mas sou cidadão brasileiro pensante e sensível… Calar-se é IMPOSSíVEL!!!

    Diogo Fontenelle.
    Odontólogo, doutor em sociologia pela UFC e poeta publicado.

  2. EXPLICAÇÃO BIZARRA para a ORIGEM da PALAVRA FULECO!

    Amigos, pasmem para a Explicação Inusitada e Bizarra de como foi parida a palavra FULECO!

    FU de Futebol + ECO de Ecologia originou: FULECO!

    Vejam só que Desastre! Nada em FULECO simboliza Futebol e muito menos Ecologia!

    Nada em FULECO contribui ou acena -mesmo ao longe!- para o processo de formação identitária do Futebol Brasileiro nem do Povo Brasileiro!

    Torna-se oportuno sublinhar que esse tipo de composição segue os infelizes princípios dos pais que batizam os filhos com a primeira sílaba do nome do pai unida à primeira sílaba do nome da Mãe! Prática –naturalmente- desastrosa que leva muitas crianças a sofrerem Bullying nas Escolas!

    Conclusão: Precisamos com urgência conceder o Prêmio Nobel de Idiotia para a mente desprivilegiada que pariu tamanha Aberração!

    Diogo Fontenelle.

    Odontólogo, doutor em sociologia pela UFC e poeta publicado.

  3. A “COPA DAS COPAS” TÃO FULECA!

    Diogo Fontenelle

    Sombria “Copa das Copas” tão Fuleca!

    Eis a Copa Masdrasta Má do meu Brasil…

    Copa para alemão e argentino da breca,

    Pesadelo de cinzenta lembrança hostil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *