Skip to main content
Fright.li

Fright.li: Case de Halloween do Hootsuite

Medo. É uma experiência emocional tão antiga quanto o próprio tempo, mas que tem mudado muito na última década. De olho nisso, chega o Fright.li, uma empresa em crescimento que visa romper o “espaço de susto” alinhando tecnologias de ponta de faca com o terror tradicional, que todos nós conhecemos.

Quando se trata da “Indústria do Susto”, os empreendimentos mais lerdos são sempre os primeiros a morrer. Então Fright.li viu a necessidade de usar uma ferramenta de social media, para se manter no ritmo rápido e acompanhar as mudanças. Para isso, eles contrataram o Hootsuite!

 

Conheça o Fright.li

Atualmente, você tem que competir pela atenção do público. Meios tradicionais de dar susto não estão mais funcionando como antes. (Doug Waters, CEO do Frightli)

Eu posso agendar as minhas mensagens assustadoras para a noite toda, e em todas as plataformas de social media. Isso realmente ajuda, pois mostra que eu posso estar em qualquer lugar a qualquer momento. (Jason Voorhees, técnico em serviço ao consumidor do Frightli)

Eu descobri recentemente que eu sou uma cliente do Frightli, mas o serviço até agora tem sido incrível! Quer dizer, foi muito legal eles terem entrado em contato comigo via Twitter antes, e meu deus a estratégia no Instagram foi certeira! (Stacey Decker, cliente Frightli)

Se você não percebeu ainda, mas chegou até aqui: Esse anúncio trata-se de uma piada de Halloween do Hootsuite. Tratando-se de uma empresa inovadora, criativa e descontraída, eles não perderiam a oportunidade de criar um case.

A equipe fez algo tão convincente que até uma conta no Twitter foi criada!

A origem do nome “Frightli”

A palavra tem origem Inglesa. Fright significa susto, medo, pavor; e com a junção do -ly (ou nesse caso, -li) acaba se tornando um advérbio: frightly. Que significa medonho, ou ainda pavorosamente.

Frightli

Traduzido e adaptado do link:
http://blog.hootsuite.com/hootsuite-frightli-halloween/

Comente aqui

Fernanda Landim

Formada em Publicidade e Propaganda, nerd e apaixonada pelo Canadá. Durante algum tempo estive perdida sobre que área da Publicidade deveria focar. Decidi explorar um pouco de cada.