Skip to main content
flywheel marketing

Flywheel Marketing: porque é tão difícil ter retornos com SEO?

Investir tempo e esforço em SEO e em outros canais de marketing digital não é uma tarefa para os fracos. É bem provável que você já tenha feito as suas experiências e, ao se deparar com resultados pouco expressivos, você tenha se frustrado ou simplesmente não se deu por satisfeito. Mas ao analisar os resultados de uma estratégia para motores de busca ou re-targeting, por exemplo, um bom gestor leva em conta que o êxito destas ferramentas depende também da construção do seu “Marketing Flywheel” – o seu “volante de marketing”, ou simplesmente marketing de impulso. Este é o conceito que explica porque é tão difícil impulsionar resultados de pequenos negócios e iniciativas embrionárias na web – e muito mais fácil quando trata-se de um projeto que já investe em SEO marketing de forma sistêmica e consolidada. É como explica Rand Fishkin, co-fundador do site Moz neste video-post publicado em maio deste ano na seção Whiteboard Friday.

 

Parece complicado, mas a coisa é fácil. Entenda, com base no que é apresentado no vídeo em inglês e nas análises que faço sobre o assunto, como funciona este conceito e como ele deve influenciar diretamente os seus investimentos e análises de campanhas na web.

O primeiro passo é sempre o mais difícil.

Os resultados de SEO obedecem a uma lógica de impulso próprio. Isso significa que conseguir os primeiros acessos ao seu site, os primeiros seguidores, as primeiras inscrições no seu mailing list e as primeiras conversões em venda é uma tarefa árdua. Tão árdua que ao trabalhar o conteúdo do seu site e ver que este esforço não posicionou sua empresa no topo dos resultados de busca do Google, por exemplo, você pensa em desistir. “Vou colocar algum dinheiro numa campanha paga e deixar a ferramenta trabalhar por mim” é o pensamento que provavelmente passa pela sua cabeça nesta situação.

Entretanto, como no movimento manual de um volante, as estratégias de marketing digital começam difíceis. Após este primeiro esforço, o movimento do volante se torna mais fluído, assim como o retorno positivo de campanhas e estratégias de marketing. Esta é a característica principal do flywheel marketing. Depois dos primeiros passos e do primeiro êxito, tudo parece começar a funcionar mais facilmente. Você se torna um influenciador e seu site passa a apresentar números que parecem crescer numa constante. Os fãs, followers e shares que no começo se mostraram tão difíceis de se conquistar começam a surgir como que em tração própria.

Mas é preciso estar atento e cumprir três regras básicas – normalmente ignoradas – para chegar a este estágio de impulso próprio do seu flywheel marketing. Do contrário, seus investimentos serão mesmo em vão. Veja:

1. Invista mais e por mais tempo

Você precisa estar disposto a investir mais e por mais tempo do que numa tática convencional que não seja a do flywheel. É preciso mais tempo e dinheiro para conquistar resultados otimizando seu site e conteúdo e investindo em SEO e busca orgânica do que em investindo em estratégias de returno a curto-prazo como campanhas pagas avulsas de Adwords, por exemplo. Contudo, estes resultados futuramente vão permitir que seus esforços sejam menos trabalhosos, como descrito acima.

2. Experimente. E espere pelo fracasso.

Você precisa estar disposto a investir em experimentos, novas alternativas. E deve se preparar para os fracassos – porque eles vão ocorrer. É óbvio que você espera obter um resultado a cada campanha, mas as definições do que é “prazo” e do que é “sucesso” na sua tática de flywheel marketing precisam ser mais permissivas e contar com os fracassos, que são inevitáveis. A desistência de campanhas em função de uma análise precoce de seus resultados mata grandes iniciativas de marketing. Quem aceita os erros tem mais chances de aprender e tomar as rédeas dos canais de comunicação com o consumidor do que quem não aceita e volta atrás ao enfrentar os primeiros fracassos.

3. Identifique o flywheel em qualquer lugar.

Aprenda a achar a ideia do flywheel marketing em tudo. Este é um conceito que pode estar presente em diversos outros canais além do SEO e da busca orgânica, como apresentado aqui. No Quality Score do Adwords, o conceito se aplica: conforme suas campanhas de Adwords ganham mais cliques e sua marca se torna mais conhecida, o custo do seu clique pode cair e o número de cliques aumentar. O mesmo ocorre com estratégias de re-targeting, re-marketing e branding. No caso do branding, o fato de sua marca ser conhecida e seus valores consolidados impacta positivamente no resultado de todos os canais de marketing onde ela estiver presente.

Comente aqui

Ricardo Fernandes

Profissional freelancer de conteúdo e RP. Formado em publicidade, pós graduado em marketing e comunicação integrada. Publicitário, marketeiro e escorpiano. São Paulo/SP