Skip to main content
curta-compartilhe-comente

Diga adeus ao: Curta! Compartilhe! Comente!

Mais uma notícia não muito animadora para quem usa o Facebook para promover suas empresas e produtos. Aquelas publicações queridinhas de muitas empresas, que pedem a interação dos usuários a partir de ações como curtir, compartilhar ou comentar, estão perdendo espaço no Facebook.

Isso faz parte de uma série de ações do Facebook para diminuir o alcance orgânico das publicações. Segundo o Facebook, essa medida surge em resposta às solicitações dos próprios usuários. Mas vamos nos concentrar na novidade da vez. Agora as vítimas são os posts com chamada para ação.

Por que eles os alvos da vez?

Segundo informações do Facebook, esse tipo de publicação possui relevância bem baixa para os usuários em comparação com as demais publicações. Além disso, a plataforma diz que a diminuição dessas publicações vai tornar a experiência do usuário mais agradável.

As restrições se estendem também para virais ou conteúdos repetitivos. Então, se você costuma publicar um mesmo conteúdo repetitivamente com a intenção de alcançar uma maior audiência em diferentes momentos, fique atento também. O alcance destas publicações está caindo. Isso vale, por exemplo, para divulgação de eventos. Ao divulgar um evento, para manter o alcance, procure alterar o conteúdo de seus posts.

Nas próprias palavras do Facebook:

“As pessoas publicam pedindo para os demais tomarem uma determinada atitude, isso significa que o post será mais visto no feed de notícias. No entanto, quando perguntados, em pesquisa, o que eles achavam da qualidade destas publicações, os usuários apontaram por uma diminuição média de 15% na relevância com relação à outras publicações com números semelhantes de likes, comentários e compartilhamentos. Com o tempo estas publicações tornam a experiência no Facebook menos satisfatória , uma vez que elas se sobrepõe a outros conteúdos publicados por amigos e que realmente são importantes para os usuários.”

Essa é somente mais uma etapa da luta do Facebook por proporcionar uma melhor experiência para os usuários. Em dezembro/2013 foi a vez dos “memes”, banindo do feed imagens de baixa qualidade publicadas por anunciantes e sites de hospedagem conhecidos por abrigarem imagens caseiras.

Quem está livre?

O Facebook diz que páginas que produzam conteúdo interessante e relevante não serão atingidas pelas mudanças. Então, se sua página realmente promove discussões relevantes entre seus fãs, seu conteúdo não será afetado.

O que fazer?

 Evite solicitar por compartilhamento, likes e comentários em suas publicações, já que isso irá diminuir o alcance de seus posts. Parece ruim, mas este é um bom momento para sair na frente da concorrência ao usar maneiras criativas para conseguir mais likes e engajamento.

Não use o mesmo conteúdo diversas vezes. Pode parecer difícil tentar evitar, pois algumas vezes precisamos promover a mesma publicação (não por spam, por necessidade mesmo). Agora, para manter o alcance da publicação, compartilhe a informação usando conteúdo diferente do usando anteriormente, assim por diante.

Evite usar links enganosos. Procure enviar os usuários que clicarem em seus links diretamente para a página anunciada no link. Fazer diferente é visto como spam e pode derrubar o alcance da sua publicação.

Como engajar da maneira correta?

Para continuar a engajar sem correr o risco de ter suas publicações vetadas pelo Facebook, procure publicar conteúdo que seja interessante para seu público. Publicações relevantes possuem mais chances de serem compartilhadas e curtidas naturalmente, sem que você precise pedir.

Outra maneira de aumentar o alcance é estabelecer parcerias com outras páginas. Como eu faço aqui no Publicitários SC. Cada artigo que produzo é publicado na página oficial do blog , esse mesmo conteúdo eu compartilho em minha própria fanpage. Desta forma tanto os fãs do Publicitários SC quanto os fãs da Wishpond têm acesso a um conteúdo de qualidade. E eu ganho, pois meu trabalho é exposto para um número ainda maior de usuários.

Conclusão

Algumas empresas estão criando novos planos para começar a transferir suas estratégias para outras redes sociais que ofereçam menos restrições. No entanto, o processo pode demorar anos, se considerarmos que a atuação da maioria das empresas está concentrada no Facebook e é lá que os usuários e clientes estão procurando pelas marcas.  Portanto, pelo menos por agora as suas estratégias ainda devem estar presentes no Facebook.

Crie conteúdo de qualidade e pense: “eu compartilharia ou curtiria esse post?” se você precisar pensar muito a respeito, pare e comece novamente. Mantenha um bom relacionamento com outras páginas, bloggers e influenciadores em seu setor, eles poderão te ajudar (aprenda somar bons parceiros e não competidores). E, por último, anuncie.

A ideia de que “a publicidade é a alma do negócio” não é nova e não morreu depois que surgiu a internet. Não se engane pensando que existe marketing fácil e barato. Qualquer estratégia que fizer, vai exigir um esforço. Somente publicar seu conteúdo, sem divulgação, não é o suficiente em um universo tão competitivo. Dedique seu tempo e invista em anúncios. Nós sabemos que isso é tudo que o Facebook deseja, mas isso é também o que seus concorrentes estão fazendo. Assegure o seu lugar na mente dos seus clientes.

Ao menos no blog eu posso pedir: Compartilhe conosco sua opinião sobre as recentes mudanças no Facebook, deixando seu comentário abaixo. =)

Comente aqui