Skip to main content

Como tornar ideias em algo real?

Scott Belsky, making ideas happen.

 

Um amigo me enviou um vídeo de um TEDxTalk desse cara aí da foto, o Scott Belsky. A atividade dele é entender e ajudar as pessoas a colocarem suas ideias em prática. Ele possuiu um esquema que mostra um caminho para se otimizar essa atividade e transformar ideias em algo tangível, em ação, em FAZER algo.

O caminho é o seguinte: temos nossas IDEIAS (criatividade), devemos nos ORGANIZAR de maneira a trabalhar em cima delas com foco e começar a EXECUÇÃO, devemos trabalhar com as forças COMUNITÁRIAS que são aquelas pessoas que nos cercam (compartilhar, buscar ideias diferentes, não se prender ao senso comum e interagir com pessoas de diferentes perfis) e por último ter uma capacidade de LIDERANÇA para mostrar o caminho mas também de ouvir os outros, dar chance para que seus colegas se manifestem com sua opinião.

Ele divide as pessoas em três perfis, sendo um deles quem está toda hora com uma ideia nova, outro aquele que pega uma ideia e trabalha focado nela e outro que pensa e executa a ideia, mas que tem um problema de ter dificuldade de completar alguma tarefa até o fim. O que ele propõe é juntar diferentes perfis para se chegar nas melhores ideias. Isso me lembra o livro Design Thinking do Tim Brown da IDEO onde ele trata disso, de envolver diferentes perfis e diferentes profissionais para se chegar as melhores ideias e aos melhores resultados.

As vezes eu penso que isso falta um pouco em agências. Vejo muito publicitário se formando aqui no sul e todos iguais, com o mesmo perfil, com o mesmo gosto, com as mesmas ideias. Nunca lembro em qual livro foi que eu li sobre um problema que o autor vê no mercado publicitário brasileiro onde os profissionais saem da faculdade com a mesma cabeça e com o mesmo perfil (não lembro se é o no Fazer Acontecer do Júlio Ribeiro ou no Propaganda do Armanda Sant’Anna). Isso não acontece só na publicidade, mas parece que todas as diferentes profissões tem gente “padrão”, mas já pararam pra pensar que as empresas que nos parecem inovadoras possuem empregados que quebram certos paradigmas do setor em que atuam?

A mensagem do vídeo é muito legal e recomendo assistirem! Está todo em inglês, mas não é complicado de entender. Certamente, muitas coisas ditas eu irei começar a por em prática.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *