Skip to main content
bloqueio criativo

6 dicas de como combater o bloqueio criativo

bloqueio criativo

Engana-se bastante quem pensa que o bloqueio criativo é uma bobagem ou algum tipo de desculpinha usada pelos profissionais de criação, marketing, publicidade ou design. Primeiro que hoje, a criatividade tem sido usada bastante no mercado profissional, pois, para os negócios a inovação tem exercido um grande papel no crescimento financeiro. Ações criativas e bem pensadas são o que destaca empresas em diversos segmentos, até mesmo os considerados “mais técnicos” ou tradicionais.

Por isso, procure investir mais nessa ferramenta e comece a perceber o quanto ela pode fazer com que as coisas funcionem da melhor maneira. Garanto que se você trabalha-la da forma correta, as ideias vão surgir de maneira mais frequente.

Motivos dos bloqueios criativos

O fato é que só entender que a criatividade é importante para os negócios não lhe trás uma garantia de que o bloqueio criativo pode não existir dentro de sua caixinha de pensar. É preciso está consciente de que esse bloqueio pode existir e o mais importante, é saber que antes de eliminá-lo é necessário encontrar o motivo de isso estar acontecendo. Eis alguns que afetam a grande maioria:

  1. Stress
  2. Irregularidade no sono
  3. Saúde e má alimentação
  4. Preocupações financeiras
  5. Ocupação com atividades não relacionadas ao trabalho
  6. Falta de conhecimento de um assunto, ou preocupação que você não saiba o suficiente
  7. Não saber exatamente o que você quer dizer
  8. Falta de referências
  9. Sem direção: sem planos para um trabalho específico.

Maneiras de quebrar bloqueio criativos

bloqueio criativo

Sem nenhuma análise pessoal, fica difícil dizer qual a razão do seu bloqueio. Cada um de nós possui sua própria combinação de fatores que podem levar a um bloqueio criativo.  O que se pode fazer é usar de métodos para quebrar essa barreira.

1. Acredite em seu potencial criativo:

O primeiro passo para o bloqueio criativo é acreditar que esta é uma habilidade que passa longe de seu repertório comportamental. Quando se acredita não ser uma pessoa criativa, as chances de bloquear o lado direito do cérebro aumentam consideravelmente. Não existe pessoa sem criatividade, o que existe é falta de treino e desatenção às suas ideias.

2. Brainstorming:

Basicamente, nesse método, construímos um mapa mental. Basta listar as possíveis causa do seu bloqueio. Depois tente organizar essa sua lista por uma hierarquia lógica.

3. Converse com pessoas de fora do seu meio profissional:

Independente da sua profissão, procure estar em contato com pessoas de diversas áreas, veja como elas agem no ambiente de trabalho, quais as ações que tomam quando precisam resolver problemas complexos e como trabalham a criatividade. Assim, você vai perceber que pode também encontrar muitas respostas em profissões que jamais poderia imaginar.

4. Procure por inspiração:

Independente do que você está produzindo, observe trabalhos semelhantes e inspire-se. Veja vídeos, imagens, filmes, músicas, sites, projetos e textos. Encontre o que é importante para o seu conteúdo, busque referencias que podem lhe mostrar uma linha de criação.

5. Anote suas ideias:

Por mais que você esteja passando por algum tipo de bloqueio, sempre há aquele momento em que pensamos em algo para o que estamos produzindo. Procure anotar todas as ideias que tiver sobre o seu projeto, por mais idiota que pareça, apenas pense que lá na frente aquela ideia poderá ser amadurecida e ser a solução dos seus problemas.

6. Pense fora da caixinha:

Pensar fora da caixinha é fazer algo da forma que jamais tinha se imaginado antes e abrir-se a novas possibilidades para enxergar algo novo, além daquilo que se está acostumado. Portanto afirmo, não basta apenas “pensar em pensar” fora da caixinha, é preciso também saber qual é a sua caixinha: reveja seus conceitos.

Comente aqui

Um comentário em “6 dicas de como combater o bloqueio criativo

  1. Pingback: » Levi Kaique Ferreira | Bloqueio criativo

Comentários fechados.