Skip to main content
mulher

Como as marcas enxergam a mulher?

A cada dia que passa a mulher ganha mais espaço no mercado de trabalho… Essa é uma frase que você ouve muito por aí, e claro ela não deixa de ser verdade. A mulher ganhou mais espaço na política, nas empresas, em altos cargos e tantas outras conquistas, mas até onde vão essas conquistas para a sociedade? Será que ainda vivemos numa sociedade machista? O machismo ainda está presente na nossa sociedade?

O mundo é repleto de preconceitos, cada indivíduo possui seus próprios valores e princípios, e vivendo em sociedade esses valores vem à tona; mas e quando esses valores entram no propósito empresarial? Fica um pouco mais complicado.

Atualmente a população feminina corresponde a 51,3% da população brasileira e 37,3% das famílias brasileiras são sustentadas por mulheres. Números bem atraentes para as empresas, um mercado crescente que tem alto consumo.

 

Uma pena pensar que nem todas as marcas conseguem enxergar esse grande mercado com o devido respeito e acabam cometendo erros graves.

Não estou falando das campanhas como algumas marcas de cerveja que tratam a mulher como objeto, roupas curtas e muita sensualidade, isso não é algo novo para incomodar o público feminino. Estou falando da falta de respeito que muitas marcas têm com o público, isso é muito pior do que mostrar uma mulher com pouca roupa num comercial.

Ontem dia 20/08 numa luxuosa cerimônia a puma lançou o novo uniforme de futebol do Botafogo e para a surpresa da torcida feminina dessa vez a camisa feminina não foi feita. Depois de muita reclamação no twitter, especula-se que a camisa não ficou pronta a tempo e será lançada nos próximos meses. Além de gerar uma insatisfação entre as torcedoras, ignorar possíveis compradoras em plena crise financeira não é muito inteligente não é?

botafogo uniforme

Outra grande “gafe” se assim podemos chamar, foi da cervejaria coruja que divulgou essa charge como uma “brincadeira”. A cerveja artesanal incentiva novos consumos e é apreciada por muitas mulheres, um mercado novo e ainda pouco explorado no Brasil, mas que vem ganhando força inclusive entre as mulheres e esse tipo de “brincadeira” nem sempre é bem aceita.

cerveja coruja gafe

Ainda bem que algumas marcas ainda nos dão alegria e tratam a mulher como o devido respeito. Essa campanha retrata uma mulher bem sucedida.

Comente aqui