Skip to main content
chefe

Chefe x subordinado: uma relação repleta de fortes emoções

Você odeia o seu chefe? Se esse é o seu caso, saiba que você não é a única pessoa que odeia o chefe, há muitas pessoas (muitas mesmo) que compartilham desse sentimento com você. Porém, infelizmente o chefe é uma figura que teremos que conviver durante muito tempo, ao mesmo que você em um dia de rebeldia saia sem destino por aí, não precise de dinheiro e se exile em uma floresta ou abra um negócio próprio e vire chefe (aí nesse caso não tem como você odiar a si mesmo) ou até mesmo ganhe na Mega Sena ou na Lotomania de Páscoa (o prêmio é de R$ 40.000.000 e as apostas ainda estão valendo, hein! #FicaDica).

Os tipos de chefes

Com exceção dessas situações citadas acima, o chefe é um elemento presente nas nossas vidas. Há diversos tipos de chefes que estão espalhados por aí, uns melhores outros piores, mas todos com a mesma denominação “chefe”. O tipo de “liderança” exercida por cada um deles muda de acordo com o segmento que atuam e entre esses tipos podemos citar:

  • Os workaholics ou traduzindo os viciados em trabalho, se você tem um tipo de chefe como esse saiba, você irá fazer hora extra e sair tarde do trabalho todos os dias, pois esse tipo de chefe trabalha até tarde e faz todos da equipe trabalharem até tarde, junto com ele. E ah! De você que saia no horário, já que para esse tipo de chefe funcionário bom é aquele que vive para o trabalho;
  • O chefe duas caras é aquele bonzinho que passa ensina tudo nos mínimos detalhes para o funcionário, explica todo o serviço, mas não se engane ele está te ensinando todo o serviço agora, depois cobrará todo esse ensinamento em dobro com juros e correção monetária, você terá que fazer o seu serviço o dele e o de mais alguém;
  • O chefe visionário é aquele que tenta implementar toda e qualquer novidade na área de Recursos Humanos, visando o bem estar do funcionário, adora as avaliações de desempenho e reunião de feedbacks, esse chefe dependendo da novidade que ele queira implementar quem entrará numa fria e terá que rever todo o trabalho, com certeza será você.

Entretanto, não podemos considerar o chefe como uma pessoa ruim. Nós como pessoas adultas, devemos separar o papel do chefe fora e dentro do ambiente de trabalho, dentro da empresa essa pessoa exerce o papel de chefe sobre você, mas fora ela pode ser o seu amigo ou parceiro de baladas. Saber diferenciar o papel da pessoa em várias situações é fundamental para o convívio humano, odiar alguém não é uma boa atitude, por isso pare e repense os seus valores, a única pessoa que tem a ganhar com isso é você.

Comente aqui