Skip to main content
Apple

A incrível marca Apple

Toda semana algo me lembra a frase do Al Ries que diz “o marketing é uma guerra de percepções“. Já escrevi ela aqui em outros posts e a cada dia me convenço que isso é o que move todo e qualquer negócio. Isso é a base do posicionamento. Tudo acontece na mente das pessoas. Hoje, com o lançamento do iPhone 5, fica tudo muito evidente.

Desde o início a Apple teve sempre um lado meio que “religioso”. Cultos pra lançamentos. Um público de usuários fiel e de uma certa maneira diferenciado em um mundo onde o Windows estava ali presente pra qualquer um. A empresa com o seu “Think Different”, atacando a IBM e depois mais recentemente as clássicas alfinetadas na Microsoft que era a figura conservadora, tradicional e careta sempre quis mostrar que era a diferenciada e superior. Design. Tecnologia. Confiabilidade. Isso tudo não a fez ter muito sucesso em algumas passagens. O próprio Steve Jobs foi mandado embora e depois chamado de novo pra reerguer a Apple.

O que salvou eles? O que faz hoje essa marca ser adorada até por quem não usa? A vitória da Apple foi na mente do consumidor. Eles sempre tiveram design, qualidade e “inovação”? Sim, mas por que será que só agora essas virtudes ficam evidentes em um universo de pessoas? Tenho certeza que tudo começa com o iPod. Posso estar enganado mas essa é a minha visão do que aconteceu.

Não tem como negar que o iPod mudou a cara de como a música é consumida por todos. Já existiam mp3 players, mas o iPod foi o primeiro, através da iTunes, a dar uma facilidade de se armazenar músicas. Não era necessário copiar CDs, transformar em mp3 e depois passar pro aparelho. Estamos falando em um momento onde não era tão fácil e comum a troca de arquivos de música. Outro fator era a capacidade de armazenamento, e se não estou enganado, foi o primeiro a ter um disco rígido. O iPod levou a marca a muitos jovens e muitas pessoas que não possuíam computadores Apple, talvez por não ter o poder aquisitivo pra tal.

Com o iPod eu vejo que ficou mais presente e perceptível todo o discurso da inovação, do design, da facilidade do uso e até o da confiabilidade. Eles tiveram no início envolvidos em uma grande polêmica sobre a durabilidade do aparelho, que tinha um tempo de vida curto, mas parece que isso não afetou o mercado. Realmente eles entregavam um produto diferenciado. Não tenho dúvidas que o iPod contribuiu pra finalmente o grande público ver a Apple com bons olhos além dos preços maiores.

O que a Apple conseguiu é fazer as pessoas acreditarem que tudo que lançam eles criaram e isso não é verdade. O que eles podem fazer é entregar produtos melhores do que já foram feitos e isso não deixa de ser uma virtude, mas não inventaram a roda. O iPhone revolucionou o mercado mas mesmo assim essa ideia do touch e da mobilidade já existia, e tenho certeza que vai ter gente achando que eles criaram tudo aquilo. Lançaram os tablets, o iPad, mas esse também é um conceito que já tinha sido colocado no mercado. Versões mais primitivas e sem todo o design do produto da Apple, mas já existiam (os PDAs, por exemplo). Lembro até que em 2008 vi o projeto da Microsoft chamado “Surface” e era algo como um tablet gigante. Era uma mesa que teria contato com smartphones e toda essa ideia do touch.

Hoje no lançamento do iPhone 5, nada do que disseram é realmente muito novo. A câmera panorâmica já tem em modelos mais antigos de alguns celulares Android. A tela maior não é nenhuma novidade. Vários modelos tem tela do mesmo tamanho do novo iPhone e maiores do que os anteriores e se consegue usar com uma mão (eu lembro que já li em outros momentos defensores da tela “pequena” do iPhone falando que era estratégico pra se usar com uma mão). O que já foi criticado hoje é usado e visto como uma grande inovação. Sei que toda essa força não foi conquistada por acaso e  o trabalho que eles entregam não tem como negar que é muito bom, mas existe uma crença que da mais crédito do que deveria.

Não sei até quando todo esse culto e essa força que eles tem continuarão presentes. O que eu sei é que os esforços da Apple pra que seu posicionamento seja percebido de fato são excelentes. Não é a toa que tudo que eles fazem uma legião de fãs nem questionam, somente compram. É realmente uma marca incrível.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *