Skip to main content
Estratégia

8 sinais para mudar nossa estratégia online

Você acha que a sua estratégia online é realmente eficaz? Está funcionando como deveria? Talvez você pode até pensar assim, há sinais e sintomas que podem nos alertar de que algo não está funcionando como deveria.

Para fazer isso, pode ser crucial saber os sintomas que nos alertam para implementar mudanças importantes em nossa estratégia online.

Abaixo citarei 8 de alguns dos sintomas que podem alertar as empresas para mudarem a sua estratégia online.

1. Muitas visitas / Poucas vendas;

Direcionar o tráfego para o nosso site é uma das grandes obsessões de empresas de comércio eletrônico. Todos concordam com a dificuldade de abrir a primeira porta de entrada para o nosso negócio. Mas uma vez que nós fizemos, a taxa de conversão de vendas de todas essas visitas é menor do que o normal, é um sinal de que devemos redobrar nossos esforços para tornar o nosso site amigável e nosso produto atraente.

2. Poucas visitas / Muitas vendas;

A nossa taxa de conversão é razoavelmente alta, indicando que estamos fazendo um bom trabalho com o nosso site e nosso produto. O problema é que esses percentuais não parecem bons na internet, porque o número de visitas é pequena. Um sinal de que temos de nos concentrar nas ações designadas para direcionar o tráfego (SEO/SEM, publicidade, relações públicas, etc.).

3. Os clientes não se repetem;

O cliente de e-commerce é leal por natureza. Se a sua experiência com uma determinada loja tem sido positiva, ela tende a repetir porque valoriza a tranquilidade e confiança na compra online. Se olharmos para a porcentagem dos nossos clientes que já realizaram mais de uma compra antes dos seis meses, e ela for baixa, chegou a hora de ligar o alarme. O fracasso pode estar relacionado com os prazos de entrega e com incidentes de transporte ou então com o pós-venda.

4. Pouco tempo na página;

Se os usuários passam pouco tempo no site, é provável que ele tenha deficiências de navegação. É muito intuitiva, os menus são complicados, a informação está escondida? Qualquer que seja o problema, está agindo como um impedimento que torna a sua experiência com o site possa terminar tão cedo. Uma revisão completa da estrutura de navegação e do layout é essencial.

 

5. Não passam da HOME;

Relacionado com o ponto anterior. Os potenciais clientes vêm para o site, mas poucos passam a primeira tela. Pode ser uma questão de tempo do carregamento das páginas. Quando o usuário clica em um botão, se a página demora uma eternidade para carregar perde a paciência e interrompe a navegação. Neste caso, o problema de programação pode ser pelo excesso de peso ou certos conteúdos, por exemplo, imagens de produtos.

6. Vai direto ao produto, mas não compra;

Ter uma alta porcentagem de usuários no site como uma mera fonte de informação é relativamente normal. No e-commerce o cliente gosta de “mexer”, comparar, investigar antes de tomar a decisão final. Mas se o número de “pesquisadores” é muito alto, você pode esconder um problema de preço.

7. Não finaliza o processo da compra;

O usuário digita o site, navega, chega ao produto de seu interesse, adiciona no seu “carrinho de compras”, mas, no final, a operação não é finalizada. Se isto acontece frequentemente, pode ser devido a um problema de excesso de passos para realizar a compra. Quanto menos “cliques” necessários para um cliente para realizar a sua compra, menos provável é que ele caminhe pelo caminho da desistência.

8. Não tem feedback.

Prestar atenção ao que as pessoas dizem nos fóruns e em mídias sociais é o mais tradicional e óbvia para os problemas e incidentes com os clientes. No entanto, às vezes, podemos achar que o número de pontos de vista sobre a nossa loja é muito escassa. A ausência de opiniões favoráveis ​​é inconveniente, mas a ausência de comentários negativos também podem se tornar um problema, pois não saberemos o que precisamos melhorar.

Espero que essas dicas possam ajudar tanto quem já tem um e-commerce como quem pretende ter um. Se você tem alguma outra dúvida, deixe nos comentários. Aproveite e compartilhe essas dicas com seus amigos.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.