Skip to main content
landing page

8 dicas para otimizar sua landing page

Você está à procura de melhores resultados em vendas e decidiu iniciar uma nova estratégia de geração de leads por meio da construção de uma landing page? Saiba que está no caminho certo! Essas páginas são ferramentas bastante eficientes para a captação de contatos qualificados, significando uma questão extremamente importante nos processos de fidelização de clientes e aumento de faturamento. Apostar nelas vale muito a pena!

Para alcançar todos os seus objetivos, você apenas deve entender que a construção de landing pages exige atenção a algumas técnicas bastante específicas. Tratam-se de regras simples que podem conferir resultados mais expressivos para o trabalho. Você está interessado em conhecê-las? Confira a lista abaixo e descubra 8 dicas para otimização da sua landing page!

Sua landing page deve:

1. Ter Design Profissional

Uma landing page atrai o consumidor pelo visual. Ela deve ter um layout bastante atraente, mas ao mesmo tempo limpo e hamornioso, para que o internauta sinta-se confortável durante a navegação. Fica, portanto, proibido o desenvolvimento de páginas visualmente poluídas!

Para que a página tenha layout de alta qualidade, é aconselhável a contratação de um designer. Ele usará belas imagens com alta resolução e desenvolverá um fundo a partir de cores e padrões compatíveis com o restante do site (ou blog) e também com a identidade visual da marca.

Esses cuidados passarão ao internauta a sensação de profissionalismo. O consumidor sentirá mais confiança na hora de clicar no link e preencher o formulário. Portanto, uma página com design profissional é sinônimo de mais leads!

2. Evitar Distrações Para os Internautas

A sua landing page foi criada com o objetivo de gerar leads, correto? Ótimo! Saiba, portanto, que ela deve ser construída de forma que o internauta não tenha outras opções, a não ser clicar no botão e preencher o formulário oferecido.

Se a landing page contiver outros links e informações adicionais – mesmo que seja sobre sua marca ou produtos divulgados – as chances de conversão serão reduzidas drasticamente. O segredo é evitar a publicação de qualquer elemento que possa causar distração no internauta.

Atenção! Essa dica inclui também slides animados e vídeos! Essas ferramentas são muito importantes em sites e blogs para aumentar o tempo de navegação e o engajamento da sua marca com os clientes. Mas quando o assunto são as landing pages, deve-se concentrar todas as atenções naquele que é o foco central da página: a geração de leads.

3. Possuir um Call to Action em Destaque

Botões de call to action são aqueles que convidam o internauta para realizar uma determinada ação. Eles são, portanto, essenciais para que as landing pages cumpram com suas missões! O importante é publicá-los com destaque na página; em pontos de boa visualização. Ou seja, o cliente não pode procurar por eles! Pelo contrário, deve avistá-los assim que acessar a página!

Para garantir que os consumidores vão clicar no botão e preencher o cadastro, você pode oferecer vantagens a eles. É possível trocar o formulário, por exemplo, pela assinatura de uma newsletter ou pelo download gratuito de um guia virtual ou e-book.

A mensagem no botão também é muito importante. Com poucas palavras, o internauta deve sentir-se instigado a realizar a ação proposta! Você pode optar por expressões como “assine já” ou “baixe agora”. Além de conter uma mensagem eficiente, o botão também deve ser elaborado com cores chamativas. Esses cuidados aumentarão sensivelmente os índices de conversão.

4. Conter Informação na Medida Certa

Landing pages devem ser bastante dinâmicas. Depois que entrar na página, o internauta precisa compreender em pouquíssimos segundos a que ela se destina. Isso é o que garantirá a continuidade da navegação. Então o blogueiro deve cuidar para que a mensagem seja bem elaborada!

Mas, atenção, o segredo é publicar informações na medida certa! Textos longos vão afugentar os clientes, ao mesmo tempo em que chamadas muito curtas podem acabar escondendo dados importantes, que ajudariam na conversão.

Na hora de elaborar a mensagem, certifique-se de que ela conterá todas as informações necessárias para que o internauta compreenda o objetivo da página e as vantagens que terá ao preencher o formulário oferecido. Além disso, não se esqueça de publicar um título objetivo e criativo, que chame a atenção do consumidor!

5. Oferecer um Cadastro Curto

Você fez todo o dever de casa e colocou no ar uma landing page bonita e bem estruturada. Os internautas estão clicando no botão de call to action, dispostos a preencherem seu formulário. O problema é que maior parte deles não conclui o procedimento? Se isso está acontecendo pode ser porque seu cadastro é longo demais.

A publicação de formulários entediantes, com perguntas que não acabam mais, é um erro bastante comum entre empreendedores de primeira viagem. Então não caia nessa cilada! Ofereça cadastros curtos, que garantam o preenchimento até o final e a disponibilização de informações que realmente são importantes para você.

É essencial que o cadastro contenha campos para os seguintes dados: nome, e-mail, gênero, endereço e preferências de consumo. Com esses cinco tópicos você já terá informações bastante valiosas em mãos! Futuramente, se quiser traçar um perfil mais aprofundado dos seus clientes, envie uma pesquisa de opinião para o e-mail deles.

6. Funcionar Perfeitamente

Ao colocar sua landing page no ar, você deve assegurar-se de que ela funcionará perfeitamente. De nada adianta atenção ao design, à mensagem, ao call to action e ao formulário, se a página apresentar problemas de navegação e o internauta desistir do acesso. Não é isso o que você quer, certo? O segredo, portanto, é atenção à qualidade técnica.

Depois que entrar na página, o cliente não pode ficar esperando. Certifique-se de que todas as imagens vão baixar automaticamente após o acesso. Além disso, ao clicar no botão de call to action, o internauta deve receber imediatamente o formulário para preenchimento dos dados cadastrais.

Como garantir um bom funcionamento da landing page? Você pode contratar um programador competente para desenvolver a página. Ou, então, pode optar pelos serviços de automação de marketing. Mas isso é assunto para a dica abaixo. Confira!

7. Contar Com Automação de Marketing

O objetivo central da sua landing page é a geração de leads e você quer otimizar os resultados, certo? Então considere a possibilidade de investir em automação de marketing. Existem diversas plataformas no mercado que disponibilizam serviços bastante completos a preços interessantes. Faça uma pesquisa e verifique qual delas melhor atende às suas necessidades!

Porque a automação é tão importante? Ela vai profissionalizar seu trabalho nas mais diversas etapas – desde a elaboração das landing pages (com diversas opções de templates para customização) até o gerenciamento dos contatos dos leads. Você também contará com a tecnologia para organizar suas listas de e-mail, criando grupos a partir de filtros de perfil de consumo.

Todas essas facilidades vão te ajudar a conseguir melhores resultados de vendas! Isso mesmo! É que o serviço de automação ainda o ajudará a elaborar as campanhas de e-mail marketing, dispará-las e monitorá-las, sempre com o intuito de estimular seus clientes a realizarem novas compras. Ao final de tudo, seus esforços serão percebidos nas estatísticas de lucro e faturamento.

8. Passar por Testes A/B

Para terminar, vamos falar dos testes A/B. Eles são instrumentos muito importantes para otimização dos resultados de sua landing page, já que apontam qual formato de layout é mais atraente para o público e, consequentemente, pode gerar mais leads.

Mas, afinal, como funcionam os testes A/B? Tudo é muito simples! Você vai colocar sua landing page no ar por um determinado período – cinco ou dez dias – e gerar os relatórios de conversão. Depois, vai inverter a posição das imagens e dos textos na página para testar se o segundo formato pode conseguir melhores resultados.

Obviamente será possível fazer mais de dois testes (A e B). Mas o empreendedor não precisará repeti-los muitas vezes. Após três ou quatro tentativas já será possível encontrar um layout que funciona bem, ajudando-o a obter índices satisfatórios de geração de leads. As plataformas de automação oferecem essa função. Então não se esqueça de levar isso em conta na hora de avaliar uma possível contratação!

Gostou das dicas? Deixe aqui seus comentários e revele como pretende utilizá-las!

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.