Skip to main content
marketing

Os 7 erros mais comuns do marketing de escuta ativa

Para quem não conhece, o marketing de escuta ativa leva cada vez mais importante para melhora a eficácia e a rentabilidade das empresas através de uma revisão contínua da opinião dos seus consumidores. Mas podemos, claro, como aplicar-lo e traduzir isto em benefícios para a sua marca.

Tente evitar estes erros de marketing na sua empresa

Vou explicar agora abaixo 7 dos erros mais comuns de marketing de escuta que podem ser corrigidos tomando algumas medidas apropriadas:

  1. Não ter um plano definido: se você não tem um plano de ação e de metodologia aplicada previamente para coletar as informações que você precisa saber, não adiantará, a não ser que você tenha muita sorte. O recomendável é ter objetivos claros antes de começar a preparar uma estratégia para alcançar seus clientes.
  2. Não ter monitoramento: as empresas devem saber o que está sendo dita sobre ela para poder ter tempo suficiente de reação à qualquer problema. Um exemplo disso é um comentário negativo que eu ando fazendo contra a Vivo Speedy que a quase um mês não resolveu meu problema de conexão. Mas enfim, a ideia deste post é de ajudar os leitores a não cometer esses erros. Embora o monitoramento seja uma tarefa dificil, que exige tempo e esforço, vale a pena gastar o tempo necessário para controlar qualquer problema no seu negócio.
  3. Não ter informações atualizadas: um dos erros que podem causar consequências negativas é o cliente não receber informações atualizadas e ter referências sobre a sua empresa. A prova disto são as palavras-chaves que usamos para os mecanismos de pesquisa na internet. Se não verificamos periodicamente para medir a sua eficácia, poderá passar despercebido pelos usuários. As atualizações servem para aprimorar e encontrar a estratégia correta.
  4. Não ter empatia com os clientes: em muitas ocasiões as empresas só falam sobre elas. Devemos ser mais compreensivos e entender o que o usuário está de fato procurando. Um fator chave nas mídias sociais é despertar um sentido para o usuário, emocioná-lo, fazendo com que ele queira expontaneamente seguir e se identificar com sua empresa. Uma boa opção é interagir com a comunidade participando de discussões, respondendo peguntas e fazendo concursos.
  5. Não reconhecer os erros: quando um cliente não está satisfeito com um produto ou serviço e deixar um comentário negativo em sua página, nunca esconda ou apague uma queixa. As empresas precisam ser transparentes, reconhecer falhas e sempre estar preparada para uma crise.
  6. Não medir os resultados: você pode até medir, mas não analisa. Do que adianta? Nada. Este é um erro que ocorre com bastante frequência. Você tem que medir quantitativamente e qualitativamente os resultados para descobrir qual a estratégia adotar e ter reflexo disso nos relatórios de monitoramento.
  7. Não se reciclar: se você agir sempre da mesma forma, os resultados serão semelhantes. Procure buscar novas fórmulas que permita avançar se adaptando as novas tendências sempre com foco no cliente. Saber o comportamento do cliente é fundamental para qualquer estratégia, e lembre-se, quanto mais ferramentas úteis você tiver e souber utilizar, maiores serão as chances de sucesso

É isso aí, pessoal. Espero que tenham curtido essas dicas. Se você gostou, comente, compartilhe com seus amigos e vamos fazer uma discussão agradável para todos. Um grande abraço e até a próxima.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.