Skip to main content
dicas texto publicitário

7 dicas para um bom texto publicitário para internet

Quando se fala em redação publicitária precisamos separar em tipos/áreas em que o texto atuará (internet, impressos, rádio, tv, etc.). Claro que todo veículo usado para disseminar alguma propaganda precisa de requisitos específicos e gerais na elaboração de um texto, não dá para apresentar um merchan na internet como se fosse o Celso Portiolli falando no Domingo Legal, iria ficar no mínimo estranho (para não dizer ‘escroto’).

O texto publicitário é uma produção textual que tem como objetivo chamar a atenção de uma determinada parte de consumidores (ou potenciais consumidores) mais conhecidos como “Público Alvo”. Seja impresso ou na internet, todo o tipo de textualização publicitária necessita de uma preparação para um bom resultado.

 

A criatividade de um redator é um dos pontos cruciais neste tipo de desenvolvimento, precisa estar além dele mesmo, ele precisa se imaginar sendo um consumidor e ter um pensamento crítico sobre o que ele mesmo está escrevendo. A ideia é o texto ser muito bom! Não apenas muito bom no seu pensamento ‘redatório’ (esta palavra não existe), mas também muito bom no seu pensamento crítico de consumidor.

Vamos parar de enrolar e ir ao ponto

1. Conteúdo – O redator precisa se concentrar na qualidade do conteúdo que será compartilhado na internet com os consumidores. “- Pode ser um texto grande?” – Pode! Mas lembre-se que não adianta enrolar, o conteúdo tem que ser o essencial para uma comunicação de efeito. Muito (conteúdo) pode ser pouco (interessante).

2. Objetividade – O texto não pode perder o rumo, precisa ser claro e conciso, fazer o leitor entender a proposta e não se perder em pensamentos por que o texto não o atraiu o bastante.

3. Interesse – O leitor precisa ter o interesse pela leitura completa logo nas primeiras frases, por tanto, é preciso começar um texto de uma maneira que desperte o interesse daquele consumidor o suficiente para que ele faça a leitura com foco no conteúdo proposto.

4. Título – Caso você veja a necessidade de um título para seu texto numa propaganda on-line, faça-o de maneira que siga o passo ‘3’ logo acima. Tente despertar o interesse pela leitura do conteúdo logo no título. Não abuse desta técnica, ou seu texto passará a ser um texto de tabloide e não um texto publicitário.

5. Gramática – Claro que para compartilhar um conteúdo publicitário a gramática precisa estar em dia, ou você quer que seu cliente seja “zoado” pelos internautas? “- O estagiário fazendo m…”

6. Informalidade – Apenas o suficiente para criar uma aproximação entre a marca e os leitores, nada de menos e nada de mais. Mantenha o foco no que o texto está propondo para o leitor e não para uma geração de amizade.

7. Persuasão – Esta parte precisa ser bem trabalhada, pois é nisso que diferencia os bons textos publicitários para os “apenas” textos. Crie uma ligação com o leitor (como no tópico anterior) e convença-o de que ele precisa deste produto/serviço, mas faça isso sem usar as palavras “precisa”, “comprar”, “peça”, “contrate”, “compre”. Ou seja, tente fazer esta parte sem que fique na cara que você quer que o cliente compre, contrate ou precise daquilo, seja lá o que for que você estiver anunciando.

E para encerrar, leia bastante, tente identificar os métodos utilizados nos textos publicitários de grandes marcas, por exemplo, este treinamento faz você não cometer erros no desenvolvimento de um bom texto. Leia e releia o seu texto, guarde-o e leia-o novamente no dia seguinte, mexa nele sempre que ver a necessidade, e acredite, sempre vai ter algo a ser modificado.

Comente aqui