Skip to main content
startup lead lovers

5 lições que uma startup pode dar para você empreender

Embora nem toda empresa em fase inicial possa ser considerada uma startup, o fato é que toda empresa criada com custos baixos, e especialmente da área de tecnologia, pode não apenas levar esta denominação, como também ensinar muito aos empreendedores, já que consegue crescer rapidamente e gerar lucros cada vez maiores. Independentemente das opiniões divergentes para o uso deste termo, o fato é que uma startup na web torna a expansão do negócio bem mais fácil, rápida e barata, possibilitando a venda repetível e o sucesso progressivo. É justamente isso que quem deseja iniciar um negócio busca, ainda mais em período de crise financeira nacional.

 

O Lead Lovers, plataforma pioneira do Brasil a oferecer ferramentas e serviços completos de vendas para empreendedores e empresas no segmento de Marketing Digital, traz dicas valiosas para começar a empreender, baseadas na filosofia startup, com a execução de métodos inovadores na criação de soluções tecnológicas de negócio. Segundo Diego Carmona, diretor executivo e CVO da empresa, muitas pessoas não conseguem o retorno desejado porque não possuem resiliência e disciplina de execução, preferindo dar ouvidos ao medo de fracassar. O especialista lista cinco lições importantes das startups para quem quer começar um negócio novo:

1. Tenha o diferencial.

“O novo empreendedor pode inspirar-se através da filosofia startup para criar um negócio do zero com eficiência, pois dentro de uma estrutura enxuta, que é uma das características deste formato, existe mais liberdade para testar e entender as necessidades do mercado. Possuir essa autonomia para adaptar-se é o maior diferencial de uma startup para um negócio convencional, que muitas vezes não consegue mudar por estar preso a processos que já não funcionam mais de forma efetiva. Objetivo, planejamento e amor também são fatores importantes nesta fase inicial”, explica Carmona.

2. Ouça seu cliente.

Para o diretor do Lead Lovers, muitos ficam viciados e apaixonados por suas ideias e não conseguem entender que o produto ou serviço desenvolvido não é o que o cliente deseja. “Entender o que o consumidor necessita de verdade e ouvir os feedbacks sem preconceitos sobre o que ele pensou é um grande desafio”.

3. Use métodos ágeis.

O empreendedor que consegue incorporar a filosofia do “teste rápido e teste barato” possuirá uma enorme vantagem em seu mercado, podendo assim tomar decisões de onde investir seu dinheiro com mais sabedoria. “No empreendedorismo de disruptura não basta ter boas ideias, você precisa seguir métodos ágeis para criar negócios prósperos”, explica Carmona, que explica o novo conceito de empreendedorismo, que promove a quebra de regras já existentes, e ocorre especialmente na área de tecnologia.

4. Seja criativo com pouca grana.

Assim como aconteceu no desenvolvimento do Lead Lovers, startup iniciada em forma de bootstrap – quando há investimento baixo utilizando recursos dos próprios criadores do negócio – Carmona diz que disciplina e resiliência para operar obstáculos passageiros são essenciais para alcançar sucesso. “Não deixe que os problemas sejam maiores que você, use muito a criatividade para testar sua ideia no mercado, sem precisar gastar muito dinheiro com isso”, conta.

5. Não se endivide.

Carmona acredita que buscar recurso próprio para investir em sua ideia, através da queima de um bem ou veículo próprio, por exemplo, é a maneira mais correta de não corromper seu fluxo de caixa. “Passe longe dos juros e dinheiro externo”, destaca.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.