Skip to main content
teclado

5 erros comuns de uma agência digital

agência digitalMuitos anunciantes terceirizam o seu departamento de social media contratando os serviços de uma agência que é responsável pela concepção e implementação de toda a sua estratégia de mídia social.

O contato com clientes potenciais, gerenciamento de conteúdo, planejamento de campanhas de publicidade em mídias sociais, são exemplos de tarefas executadas por essas agências. E como você sabe se está fazendo um trabalho certo?

Iremos mostrar 5 características fáceis de observar em uma agência digital ruim.

1. Níveis de engajamento

O nível de engajamento para uma página no Facebook ou um perfil no Twitter é muito importante. Ao mesmo tempo que reflete a relevância e a utilização do conteúdo, o Facebook também afeta diretamente as taxas de alcance.

Se a agência digital não se concentra no engajamento, há um problema. A chave está em definir níveis de engajamento de diversos grupos com o bojetivo de ir melhorando gradativamente. O uso dos dados podem ajudar este quesito, em primeiro lugar, para medir o engajamento, mas também otimizar o conteúdo e acompanhar os progressos.

2. O crescimento de uma página

O crescimento de uma página do Facebook é algo que não ocorre naturalmente, na maioria dos casos de uma página empresarial. No entanto, a boa distribuição de conteúdo e uma otimização dos recursos pode ajudar nesse crescimento.

Ainda sim, é sempre bom incentivar a disseminação de conteúdo pagando por um post patrocinado que fique em destaque no feed de notícias de um público com audiência mais relevante. Se você conseguir atingir as pessoas certas, haverá um engajamento natural e sua fanpage terá um aumento significativo de fãs.

Se a página do Facebook de uma marca está completamente estagnada, há uma má gestão dos profissionais de social media envolvidos.

3. Conteúdo relevante

Um sinal claro de que a estratégia de social media não está funcionando é que o conteúdo começa a ser desarticulado, inconexo. Todos os conteúdos publicados em diferentes plataformas sociais deve responder a uma estratégia unificada e planejada previamente. Isto permitirá obter conteúdo de qualidade para o público.

No entanto, muitas agências estão dedicadas à criação de conteúdo em tempo real, o que resulta em uma estratégia descoordenada. O marketing em tempo real é uma coisa, ter um calendário editorial planejado é outra.

4. Segmentação publicitária

Muitos anúncios do Facebook são mal direcionados. Para evitar isso, a marca deve verificar de vez em quando com a agência se a mesma está direcionando corretamente com seu público-alvo. Além disso, existem agências que segmentam de forma extremamente simples para assegurar um alcance, pior que isso resulta em um grande número de impressões e desperdício de orçamento.

5. Relatórios

Um erro bastante comum que uma agência digital pode cometer são os relatórios confusos e desonestos. O ideal é compactar um modelo de relatório de forma prévia, com um resumo e o detalhamento do mesmo. Essa é uma boa maneira de garantir que a agência vai cobrir todos os pontos com informações que o cliente precisa ter depois de uma campanha nas mídias sociais.

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.