Skip to main content
mandamentos

10 mandamentos que te levam ao fracasso nas mídias sociais

Estamos todos doentes de saber que recomendações e melhores práticas são o caminho para o sucesso nas mídias sociais. No entanto, é preciso saber o que devemos evitar a todo o custo, a fim de não estragar a reputação de sua marca.

Então, hoje vou reunir os 10 mandamentos que poderá condenar a sua empresa ao fracasso nas mídias sociais, com base no artigo publicado por Tania Yuki da ImediaConnection:

1. Isole sua equipe de outros departamentos da empresa

Os responsáveis ​​pela gestão e presença on-line são feitas de uma raça especial. Tem sua própria linguagem que só eles entendem, e não se misturam com outras pessoas que não seja da sua área, a fim de não perder a sua “aura“. Mesmo que seja aconselhável lidar com os outros membros do marketing, uma vez que eles não têm nada em comum, não vai entender sua visão de mundo particular.

2. Não medir os resultados de suas ações

Medir para quê? Será que uma pessoa é capaz de medir o sentimento dos usuários para a marca? A atividade nas mídias sociais não é quantificável, o seu impacto vai além, é algo mágico e indescritível.

3. Rejeitar a plena implementação dos dados

O Big Data é nada além de uma acumulação flexível de dados, impossível de decifrar. Portanto, não vale a pena investir recursos na compreensão do comportamento dos usuários, tendências de pesquisa, ou que tipo de resposta esperada pela marca.

4. Atuar nas mídias sociais de forma unidirecional

Os perfis corporativos são de propriedade da marca, e como tal deve ser usado. A marca tem plena autoridade para operar este canal como um meio para transmitir as suas realizações, os benefícios de seus produtos e os próximos desafios. Os valores da empresa prevalecem sobre as dos usuários. A organização utiliza as mídias sociais para mostrar toda sua glória. Tudo isso sem esperar por uma resposta da comunidade. Claro que se trata de informações altamente valorizadas pelos usuários.

5. Fugir de planejamento

A estratégia é o inimigo da criatividade. O desempenho nas mídias sociais da marca tem de responder, um ato espontâneo intuitivo e, porque não dizer, esporádico. Não todos os dias, na mesma hora, e com um objetivo claro. A única coisa importante é usar este canal quando a empresa considerar apropriada.

6. Nada de escutar

Monitorar? O que é isso? Para que serve? Como mencionado, as mídias sociais estão a serviço da marca. Usuários estão próximos a eles para escutar atentamente o que eles têm a dizer. Eles gostam de conhecer em primeira mão as maravilhas do emitente.

7. Os usuários não esperam uma resposta nas mídias sociais

Eles estão conscientes de que, para ir a marca, eles têm de ligar ou enviar um e-mail, e serem pacientes, pois são grandes organizações que nem sempre podem responder em primeiro lugar. Portanto, é impensável receber rapidamente uma resposta pelo Twitter ou aos seus comentários no Facebook.

8. Participação em perfis sociais dos usuários devem ser sempre moderados

A marca não pode expor publicamente um cliente ou usuário para ninguém manchar o seu nome, com uma denúncia pública em seu mural do Facebook. Por isso, honrando a posição de maneira estabelecida, apenas a marca pode atuar em seus perfis com propriedade.

9. Competir, como se não houvesse concorrência

Outras empresas pertencem a mundos diferentes, eles não têm nada em comum com a gente. Portanto, não vale a pena, mesmo sabendo que eles estão fazendo. Em vez disso, temos com a nossa própria marca, cuja relevância é mais do que suficiente para agarrar todos os nossos esforços.

10. Ficar sozinho com resultados positivos

Provavelmente, são discutidos os erros. O número de seguidores pode estagnar ou até cair, e as reações positivas para nossas publicações são óbvias pela sua ausência. Mas isso não precisa ser um indicativo de qualquer coisa. Apenas é uma questão de seguir a nossa prática habitual e, na melhor das hipóteses, abrir um novo perfil em outra plataforma, sentar e esperar a melhoria chegar sem esforço.

Espero que esses mandamentos possam te ajudar a ter uma melhor visão sobre como não agir nas mídias sociais. Pegue esses exemplos e aplique o inverso. Você tem alguma observação a acrescentar? Deixe aqui nos comentários e não esqueça também de compartilhar com seus amigos. Um grande abraço e até a próxima 🙂

Comente aqui

Thiago Acioli

Publicitário, Pós-graduado em Marketing Estratégico e criador do Publicitários Social Club.